Marinho assina empréstimo para recuperar a Billings

O prefeito de São Bernardo, Luiz Marinho, assinou ontem (29), empréstimo de US$ 20,82 milhões com o Banco Mundial, para a implementação da terceira fase do Programa Mananciais. A solenidade de assinatura foi realizada na sede do órgão internacional, em Brasília. O recurso garantirá a urbanização integrada, regularização fundiária e recuperação ambiental dos assentamentos precários Areião, Vila Sabesb, Vila dos Estudantes e Monte Sião.

A ação beneficia diretamente mais de 3 mil famílias moradoras desses quatro assentamentos. Além da urbanização integrada, o programa prevê a construção de novas unidades habitacionais que sejam necessárias para o reassentamento de famílias desses locais que ocupem áreas e moradias não consolidáveis. O projeto de urbanização dos assentamentos já está sendo elaborado pela Secretaria de Habitação de São Bernardo e foi demanda aprovada no Orçamento Participativo da cidade.

O Programa Mananciais visa proteger e manter a qualidade dos recursos hídricos e fontes de água potável da região metropolitana, onde vivem mais de 20 milhões de pessoas.  Para Marinho, além dos benefícios ambientais, a medida vai melhorar significativamente as condições de vida das famílias que moram em assentamentos irregulares no entorno da Billings. “É motivo de muita alegria terminarmos esse ano com o contrato já assinado para darmos os próximos passos. Esse contrato, na verdade, se insere em uma ação maior que estamos fazendo na região dos mananciais que combina moradia com recuperação ambiental, que se iniciou com o PAC Alvarenga e se consolida com esse contrato e se ampliará com novas áreas”, afirmou.

O PAC Alvarenga vai ser apresentado como estudo de caso de seminário internacional que o Banco Mundial realizará com o governo do Estado sobre intervenção em área de mananciais, na primeira semana de dezembro, em São Paulo.

“Estou especialmente contente com a assinatura do contrato tanto pela amplitude dos objetivos dele, quanto pelas informações que recebeu da equipe do banco que já esteve em São Bernardo, a cerca do caráter multidisciplinar que a cidade tem dado na urbanização de favelas”, destacou Deborah Wetzel, Diretora do Banco Mundial para o Brasil.

Dentro dos empréstimos firmados com o Banco Mundial, a ação de urbanização integrada do Programa Mananciais será implementada apenas em São Bernardo. Seu objetivo é promover a recuperação urbanística e ambiental de assentamentos precários situados nas áreas de mananciais, melhorando a qualidade de vida das comunidades de baixa renda que vivem nestes assentamentos com infraestrutura urbana, eliminação de situações de risco, recuperação de áreas ambientalmente degradadas, solução habitacional adequada, regularização fundiária e inclusão social.

A ação é estratégica para os objetivos do programa, já que com uma baixa disponibilidade per capita de água, o abastecimento de São Paulo fica ainda mais prejudicado pela poluição dos reservatórios, e isto se deve em parte aos assentamentos precários implantados em torno dos reservatórios e da sua área de proteção.

TER, 30 DE OUTUBRO DE 2012 08:32- POR: REPORTAGEM LOCAL

Fonte: http://www.diarioregional.com.br/index.php?option=com_content&view=article&id=14439%3Amarinho-assina-emprestimo-para-recuperar-a-billings-&catid=300%3Asao-bernardo-do-campo&Itemid=403